+ TECNOLOGIA

Um espião íntimo

Autor: Rejane Romano

Imagine você que dentre as várias utilidades do celular este aparelho pode ainda ser um espião a fim de beneficiar a publicidade! 

 

 

De acordo com entrevista fornecida por Ken Munro, especialista em segurança cibernética, ao Portal G1, esta é uma realidade possível. 

 

Além dos relatos no site Reddit, o especialista fez testes que comprovam que não só as conversas realizadas através do celular, mas também as que ocorrem próximas ao aparelho são espionadas. 

 

Isto se torna aparente pois questões que foram abordadas nas conversas posteriormente são indicadas pelo celular aos usuários. Algo similar ao que já acontece com as indicações que são realizadas nas páginas de redes sociais após a realização de buscas e recebimento de e-mail sobre um determinado assunto. 

 

Quer um exemplo? Basta você realizar pesquisas ou trocas de e-mails sobre compra de automóveis. Posteriormente observe que nas suas páginas do Facebook haverá propaganda sobre esta questão. 

 

Desta vez este artifício publicitário estaria sendo utilizado nos aparelhos celulares. Os testes realizados por Munro foram em aparelhos com o sistema Android e após dias de observação e análise identificou que houve sim a busca por palavras chave das conversas "ouvidas" pelo celular. 

 

As empresas de tecnologia, dentre elas o Google e o Facebook, negaram esta possibilidade informando que o reconhecimento de voz e o microfone dos celulares não são para esta finalidade. 

 

Aguardemos. Só o tempo poderá responder se nós temos um espião íntimo que esta conosco a maior parte do tempo.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS