+ NOTÍCIAS

Encontro com os Presidentes das Associações dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

O Consulado-Geral de Angola em São Paulo promoveu um encontro com os Presidentes das Associações dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

A elaboração de um plano conjunto de tarefas para o presente ano constituiu o pano de fundo do primeiro encontro anual entre o Cônsul-Geral e as lideranças das referidas associações.

No seu breve discurso, destacou que no âmbito do registo consular "temos cadastrado uma média de 4.276 angolanos distribuídos por Estados, e reafirmamos, aqui, o nosso compromisso de continuar com o processo, este ano, para que ninguém fique de fora" disse.

No cumprimento do plano conjunto de tarefas, o Cônsul-Geral informou que participará, em Blumenau, nos dias 27 e 28 de maio do ano em curso, das actividades do dia de África, que a Associação e Amigos de Angola ANANG, promovem em alusão ao dia consagrado ao continente negro, o dia 25 de maio.

Por este facto, solicitaram do Consulado-Geral algum apoio financeiro. Em resposta, o Embaixador Belo mangueira, recordou que fruto da crise que Angola enfrenta, os recursos para a actividade consular tornaram-se insuficientes, porem, "faremos esforços para que algo se faça nos festejos alusivos ao dia da paz" garantiu.

As efemérides em alusão ao 4 de Abril, dia da paz o 17 de Setembro, dia do Herói Nacional e 11 de Novembro, dia da independência nacional, foram mencionadas ao logo do encontro, tendo-se decidido que além de programas conjuntos, as associações terão os seus programas locais, pós não se poderá aglomerar todos os membros das diferentes associações no só lugar.

essa perspectiva, o Cônsul-Geral, enfatizou a necessidade de um maior envolvimento dos responsáveis das referidas associações para que se cumpram, com o sucesso, os programas apresentados.

O Presidente da Associação Palanca Negra, Carlos Francisco João afirmou que "o mais importante é que o Consulado Geral tem vindo a encarar mais de perto os nossos problemas e, a partir das discussões deste evento, analisamos e definimos o que vamos querer para a nossa associação"


Diz reconhecer que o atraso na realização de inúmeras tarefas se deve ao facto de "não termos dinheiro" facto que tem sido um dos maiores entraves no momento do cumprimento do plano traçado. Por isso, solicitamos o mínimo de apoio com vista a executar os projectos.

Carlos Francisco João

http://www.consuladogeraldeangolasp.net/img/conteudo/IMG-20170315-WA0023%20(2).jpg Presidente da Associação dos Naturais e Amigos de Angola em Itajaí, ANANG e também Presidente da União dos Angolanos do Estado de Santa Catarina diz ter cadastrados cerca de 400 angolanos entre residentes e estudantes, prometendo que o processo irá continuar, este ano, à medida que mais compatriotas vão chegando, o que para ele todo o esforço é compensando com aproximação, comunicação e ajuda mutuamente vantajosa dos seus associados.

O Consulado Geral já tem conhecimento do programa traçado para o ano em curso, apresentado no passado dia 11 de fevereiro da corrente, por ocasião da reunião consular com as lideranças das associações.

Assim, Consta do vasto programa, a realização de actividades sócio recreativas e desportivas, com destaque para a realização, em maio, de um Campeonato Africano das Nações, vulgo CAN, competindo equipas de futebol de Angola, Cabo Verde, Senegal, juntando-se as equipas de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.`

À Assim, de acordo com o aludido responsável, o evento se realizará de 27 a 29 do referido mês, na cidade de Blumenau, estando em curso, no capítulo da organização, a criação de condições como, por exemplo, a acomodação dos atletas, o campo, o transporte e alimentação.

Nesta altura, estão a ser empreendidos esforços no sentido de se angariar donativos e recursos financeiros com vista a custear o referido evento.

Ao consulado, solicitou-se apoio, prometendo, nos próximos dias, remeter aos seus responsáveis um programa festivo.

De recordar que o primeiro encontro, no passado dia 11 de fevereiro, se traduziu na continuidade do exitoso trabalho que as associações de angolanos, vêm desenvolvendo desde algum tempo, visando dar visibilidade e reconhecimento às comunidades entre residentes e estudantes.

Nesse processo, em conjunto com o Consulado, várias conquistas e avanços foram obtidos, dentre eles a obtenção de documentos, a participação de estudantes em actividades sócio- culturais desportivos.

Para Januário Adriano Francisco, Presidente da Associação de Angolanos e Amigos do Estado Rio Grande Sul (AAAE-RS), ouvido pela equipa de produção da revista AngolaYetu, informou que Tem cadastrado 190 angolanos entre residentes e estudantes, número que tende a elevar-se com a chegada, a qualquer momento, de novos estudantes e de outros que lá se deslocam para fins de, trabalho e tratamento médico.

O Consulado-Geral tem já em sua posse o programa anual de actividades, apresentado na reunião de 11 de fevereiro, cujo cumprimento das mesmas se inicia a 04 de abril, data em alusão ao dia da paz em Angola.

De acordo com Januário Francisco, o facto de, no dia 4 de abril, a maior parte de angolanos ter compromissos acadêmicos, as actividades agendas foram transferidas para o dia 8 do mesmo mês, com o lançamento de uma tarde recreativa, partidas amistosas de futebol sete, xadrez, vôlei feminino, atletismo entre outras.

Nesta altura, a associação trabalha para angariar donativo e recursos financeiros junto de instituições público-privadas visando custear às despesas do referido evento.

O Presidente da Associação Januário Francisco está ciente das dificuldades financeiras que o Angola atravessa, porém, solicita, na medida do possível, apoio consular.

Por outro lado, aquele responsável, a semelhança do que tem sido em anos anteriores, recordou, que este ano os membros das comunidades de outros países.

Por fim, o dirigente, lembrou que para os Gaúchos é tradicional a confecção de um bom churrasco, o que vai ser bem aproveitado, no dia paz, para confraternizar com todos.

http://www.consuladogeraldeangolasp.net/img/conteudo/DSC05061.JPG

Helder Celestino Mbala Chimbulula, Presidente da União de Angolanos no Estado de Paraná, informou a reportagem da Revista AngolaYetu, que tem cadastrado, em toda sua área de jurisdição, 380 angolanos, entre estudantes e residentes, tendo revelado que este número tende a aumentar fruto da chegada de mais 20, só nestes primeiros três meses de 2017.

Neste momento, procura encetar contactos com os mesmos, no sentido de informar-se sobre como se encontram em matéria de hospedagem, de contactos com as faculdades e, o mais importante, os contactos com a Polícia Federal, para fins de tratamento da documentação.

Revela que para o presente ano, o programa de trabalho, se inicia no dia 8 do mês em curso com a realização, no Parque Barigui, arredores do bairro Campo Comprido, de um debate livre, subo tema "Inclusão da Mulher na Comunidade Estudantil na Disporá"

Enfatiza o Presidente Mbala que do vasto programa traçado e que já foi dado a conhecer aos responsáveis consulares, na reunião de 11 de fevereiro, contempla, ainda, a realização de uma partida de Pente Bool, a ser competida entre mulheres.

Lembrou, Bala Chimbulula, que para o fim do presente mês, aguarda expectante a visita de trabalho Consular, ocasião que servirá para se proceder ao Registo Consular, a Transcrição de Assentos de Nascimento com a Emissão de Cédula, a Consularizaçao de Documentos e a Emissão e remissão de Passaportes,

Relativamente ao encontro de 11 de fevereiro tido com os responsáveis consulares e na presença de lideranças das Associações de outros Estados, Mbala informou, recentemente ter feito um amplo trabalho de retransmissão das conclusões saídas da mesma e reafirmaram o desejo de cumprir integralmente tudo que foi decidido para o bem da comunidade entre estudantes e residentes do Estado de Paraná.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS