+ TURISMO

Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana em Washington

Autor: Rejane Romano

Já imaginou um local contando em detalhes e imagens a história dos negros nos Estados Unidos? Pois saiba que este lugar já existe! Foi inaugurado no último dia 24/09, em Washington, o Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana, com direito a presença de artistas como Stevie Wonder e Public Enemy, entre outros. Na ocasião o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, destacou o oportuno momento no qual o espaço abriu suas portas, referindo-se aos manifestos causados pela tensão racial no país. 

 

 

Após 13 anos para ser concluído, somando o montante de 540 milhões de dólares, o projeto do Instituto Smithsonian abriga cerca de 40 mil objetos que foram coletados em 15 cidades americanas. O arquiteto responsável pela concepção do museu é o londrino nascido na Tanzânia, David Adjaye, que revelou a intencionalidade de contar a cultura afro-americana sob uma ótica diferente, a qual possa ser observada desde a fachada do museu. Para isso utilizou 3.600 placas de metal trabalhadas e em tons de cobre &ndash em alusão as moradias de muitos africanos escravizados no continente americano. Estas placas evocam a figura de uma coroa iorubá ou de uma pirâmide invertida, atendendo a proposta diferenciada do arquiteto para contar a história dos negros nos Estados Unidos.

 

São três andares contendo objetos e narrativas desde a chegada dos negros africanos como escravos até a luta pelos direitos civis. Além disso, há espaço para as marcante presença dos afro-americanos no cenário musical e cinematográfico. Estatuas das irmãs Serena e Venus Williams, o trompete de Louis Armstrong e até os característicos coletes de Jimi Hendrix estão expostos no museu.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS NOTÍCIAS